segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Adeus, 2012!

Oi, pessoal!

É com muita felicidade que hoje venho atualizar finalmente o blog e dar adeus ao ano de 2012. Este ano pra mim foi um tanto quanto potencially problematic, como diria Hermione, e estou me despedindo dele com uma satisfação sem tamanho.

Acabei não conseguindo postar no Natal, mas espero que o Natal de todos tenha sido maravilhoso, com muita fartura, amor e alegria!

Por que eu sumi?

Por culpa do meu projeto final da faculdade, principalmente. É bem pior que uma “simples” monografia, porque é em grupo, engole todos os seus finais de semana e feriados, tira seu sono, tem duas partes (Plano de Marketing e Plano de Comunicação, cada um feito em 1 semestre) e dura 1 ano. Graças a ele, fiquei praticamente 50 horas sem dormir nos dias antes da entrega para a gráfica. Nunca imaginei que isso era possível para um ser humano, mas foi para mim e para a minha amiga, caso contrário não haveria projeto pronto. Fiquei à base de Coca-Cola para ficar acordada. Até hoje não sei como aguentei. Ainda estou me recuperando desse baque. Além disso, comecei a estagiar em junto com o projeto, ou seja, tempo zero.

Mal acabou o meu projeto, tive a minha tão esperada festa de formatura 2 dias depois. Agora só falta a colação, que ainda vai demorar alguns meses para ocorrer, mas o que importa é que a faculdade acabou. ESTOU FORMADA, FINALMENTE! \o/

Nesse próximo ano que entra, já tenho algumas metas estipuladas, e uma delas é voltar a postar frequentemente no blog. Então fiquem de olho e esperem novidades!

Em 2013, espero conseguir alcançar todas as minhas metas, inclusive as que ainda não foram estipuladas, e vencer todos os desafios que vêm pela frente.

Já escolhi as cores que vão me favorecer no réveillon. Para quem ainda está em dúvida com relação a que cor usar na virada do ano, aí vão os significados de cada uma delas para facilitar:

Azul: para quem deseja esperança, paz e maturidade.
Rosa: atrai beleza, romance e amor.
Branco: a cor universal da paz, fé, equilíbrio e ternura.
Vermelho: cor energizante. Atrai muita paixão, amor, sorte e riqueza.
Amarelo: a cor do Sol e das ideias. Atrai sorte, oportunidades e riqueza.
Dourado: cor dos metais precisos, fama e riqueza.
Prata: traz sucesso, fama e autoestima.
Laranja: cor da alegria e descontração, favorece comunicação e boas vibrações.
Verde: remete à natureza e saúde. Atrai esperança e boas energias. Cor da fartura e riqueza.
Violeta: cor da paz e espiritualidade na casa e vida.
Roxo: traduz tudo o que é poder, exótico, luxo, sucesso e fama.
Nude: cor da estabilidade e do amor, boa para quem busca relacionamento sério.
Turquesa: cor para o estresse mental, o cansaço e o desejo de purificar-se. É uma cor que nos ajuda a ser mais comunicativos, sensíveis e criativos.


Que o ano que está entrando seja um ótimo ano para todos nós e que a felicidade e a prosperidade sejam as palavras-chave de 2013!

FELIZ ANO NOVO! :D

Beijos a todos!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Resenha Tripla – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres


Título: Os Homens Que Não Amavam As Mulheres – Série Millennium – Volume 1
Autor: Stieg Larsson
Gênero: Ficção / Policial
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 528
Preço médio: edição normal - R$ 42,00 / edição econômica – R$ 25,00
Onde Comprar: Saraiva | Cultura | Travessa | Fnac | Submarino

Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas — passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada — o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta, pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada.

Quase quarenta anos depois, o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mas as inquirições de Mikael não são bem-vindas pela família Vanger. Muitos querem vê-lo pelas costas. Ou mesmo morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados — de preferência, os mais sórdidos —, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois... até um momento presente, desconfortavelmente presente.

A história acontece toda na Suécia, passando por várias cidades, mas com foco em Hedestad e Estocolmo. Os personagens principais são Mikael Blomkvist, Lisbeth Salanader, Henrik Vanger e Harriet Vanger, mas Matin Vanger também recebe destaque.

Mikael Blomkvist é um jornalista investigativo sério que escreve sobre o mundo econômico e seus tubarões. Ele é dono da Revista Millennium, juntamente com a sua sócia Erika Berger, com quem tem um caso desde a faculdade, que não acabou mesmo após ela se casar. Por um acaso do destino, ele encontra um velho amigo que lhe dá informações sobre Hans-Erik Wennerström, um dos maiores tubarões do mundo econômico, dono de um império empresarial e com desonestidade altamente suspeita, porém não provada, que Mikael quer desmascarar há um bom tempo. A partir das informações de seu amigo, Mikael escreve um artigo em sua revista contra Wennerström, mas este consegue armar e dar a volta por cima, fazendo com que Mikael seja levado a tribunal e condenado a 3 meses de prisão por acusações sem provas. Como isso ocorre, só é explicado no final do livro.

Henrik Vanger, industrial dono do Grupo Vanger de 82 anos, aposentado, acompanha toda a carreira de Mikael, inclusive seu último infortúnio, à distância e resolve contactá-lo para lhe fazer uma proposta: investigar o que aconteceu com sua sobrinha Harriet, que desapareceu há quase 40 anos, morando na ilha partícula da família Vanger em Hedestad, mas oficialmente escrever a biografia da confusa família Vanger por muito dinheiro e por informações secretas de Wennerström. Mikael exita, mas acaba aceitando, pois ficou fascinado com o mistério que ronda o desaparecimento de Harriet e, claro, pela alta quantia oferecida e pelas informações prometidas por Henrik.

Para decidir sobre a contratação de Mikael, Henrik pediu a seu advogado e braço direito, Dirch Frode, que levantasse informações de Mikael através de uma empresa de investigações – a Milton Securities. Não pode acaso, Lisbeth Salander é funcionária desta empresa e pega o serviço de investigação sobre Mikael. Ela é uma hacker profissional, que consegue informações que mais nenhum outro investigador da empresa consegue, por isso só é chamada para os casos complicados e para clientes especiais, como foi o caso de Henrik Vanger.

Lisbeth Salander é uma mulher jovem, com seus 20 e poucos anos, esquelética, com aparência anoréxica, cheia de tatuagens e piercings, roupas pretas e pesadas, altamente fechada, agressiva, corajosa e com problemas familiares antigos que nunca foram resolvidos em sua cabeça, o que a faz ser um pouco insegura, apesar de não demonstrar. Sua mãe vive numa casa de repouso, seu pai já é falecido e não tem contato com sua irmã. Já passou uma temporada no manicômio e possui um tutor judicial, Palmer Green, que a entende muito bem, por isso têm uma boa relação. Um imprevisto acontece: Palmer Green sofre um derrame e Lisbeth ganha um novo e péssimo tutor: Nils Bjurman. Ele não deixa mais que Lisbeth controle seu próprio dinheiro e abusa sexualmente dela duas vezes. Após a primeira vez, Lisbeth tem a ideia de filmar a próxima para que não ocorra mais, porém não imaginava que a próxima fosse ser tão brutal e que fosse sofrer tanto. Apesar disso, conseguiu sua gravação, se vingou de seu novo tutor e conseguiu ficar com ele em suas mãos por causa do vídeo que gravou.

A parceria entre Mikael e Lisbeth começa quando ele precisa de um assistente de investigação no caso Harriet e Frode lhe indica a menina que lhe fez o dossiê sobre a vida de Mikael, até então desconhecido pelo mesmo. O primeiro encontro dos dois, no aparmento dela, é bastante interessante, pois Mikael consegue domar Lisbeth e convencê-la a trabalhar com ele no caso, remuneradamente, é claro, em Hedestad. Lisbeth acaba se envolvendo tanto quanto ele com o caso Harriet e a família Vanger, que está diretamente ligada a seu desaparecimento. Os dois acabam tendo um caso durante a temporada em Hedestad, por iniciativa de Lisbeth, além do caso que Mikael começou com Cecília Vanger, outra sobrinha de Henrik, pouco tempo depois de sua chegada à ilha.

Durante a investigação, a dupla descobre que o desaparecimento de Harriet está relacionado a uma série de crimes contra mulheres, aparentemente de cunho religioso, que nunca foram resolvidos, mas que Harriet sabia quem os havia cometido. Mikael e Lisbeth descobrem todos os mistérios tenebrosos que cercam a família Vanger, fazendo com que Mikael sofra duas tentativas de assassinato por parte de um membro da mesma.

A narrativa é toda em 3ª pessoa e extremamente detalhada. O autor conta diversos fatos da vida de cada personagem para explicar como se tornaram as pessoas que são atualmente, além de descrever em mínimos detalhes todas as situações ocorridas durante a história. Eu adoro saber mais sobre os personagens quando leio e analisar cada um psicologicamente, então gostei bastante das descrições de Stieg Larsson.

Algumas partes do livro são muito específicas, como o capítulo em que Mikael encontra seu amigo que lhe conta sobre Wennerström em linguagem jornalística econômica e uma parte em que Lisbeth explica a Mikael sobre um sistema novo de hakeamento de computadores em linguagem técnica. Como eu não entendo nada destes temas, fiquei boiando nessas partes, que se tornaram um pouco maçantes para mim, principalmente a primeira citada, pois possui muitas páginas. Precisei reler algumas partes para entender melhor.

A história é muito boa, instigante e empolgante em várias partes. À medida que os mistérios são descobertos, dá mais vontade de ler o livro! O autor faz algumas observações ótimas sobre os fatos, as atitudes e os sentimentos dos personagens. A leitura do livro não é leve nem fácil, e nem rápida, então se você não faz leitura dinâmica e não tem paciência para complicações e para reler algumas frases, não leia o livro. Contudo, se você adora mistérios, comece já a ler os livros da Trilogia Millennium e veja os filmes!

Para saber mais sobre a trilogia e sobre o autor, acesse o site oficial e a página do Facebook.

NOTA:  

Alguns trechos do livro que me chamaram a atenção e que podem ser entendidos fora do contexto por quem não leu o livro:




Mais capas de Os Homens Que Não Amavam As Mulheres:


Capas e boxes da Trilogia Millennium:










Título Original: Män Som Hatar Kvinnor
Gênero: Drama, Mistério, Suspense
Direção: Niels Arden Oplev
Roteiro: Nikolaj Arcel, Rasmus Heisterberg, Stieg Larsson
Produtores: Anni Faurbye Fernandez, Jenny Gilbertsson, Jon Mankell, Lone Korslund, Mikael Wallen, Ole Søndberg, Peter Nadermann, Søren Stærmose, Susann Billberg-Rydholm
Origem: Suécia
Duração: 152 minutos
Ano: 2009


Antes de ler o livro, vi este filme. Aliás, foi o que me fez querer ler o livro. Fiquei ainda mais empolgada quando descobri que era uma trilogia! Eu amei toda a história e se tornou um de meus filmes favoritos! Só depois que li o livro percebi que os roteiristas mudaram algumas partes da história, que, sinceramente, deixaram-na melhor e tornaram-na mais dinâmica. Claro que seria impossível fazer um filme com todos os detalhes que o livro possui, a não ser que tivesse em torno de 6 horas.

Foram retirados vários detalhes da história, a maioria desnecessários; somente um fato acho que poderia ter sido mantido – Anita Vanger, prima e melhor amiga de Harriet, estar viva e morando em Londres, em vez de morta, como é mostrado no filme. Ela é uma personagem-chave do filme, então não deveria ter sido cortada dessa maneira. O caso ocorrido entre Mikael e Cecilia foi cortado e realmente não era necessário para o decorrer da história, até atrapalharia o desenvolver do filme, que se tornaria mais lento. Só houve uma insinuação de interesse entre os dois no filme, um clima no ar; achei pertinente. Outra coisa que foi mudada no filme é o fato de Harriet ter cabelo preto, e não loiro, mas isto melhorou o mistério, assim como o fato de Nils Bjurman ser um homem com uns 60 anos, gordo, feio e nojento em vez de um homem de meia idade, loiro, alto, atlético e charmoso que joga golfe, como no livro.

Gostei muito mais do modo como Mikael e Lisbeth tiveram o primeiro contato neste filme que no livro. Além disso, há mais interação entre ambos no filme que no livro, tornando as descobertas dos mistérios mais interessantes. Os atores que interpretam os dois parecem que foram feitos para os personagens! Michael Nyqvist e Noomi Rapace conseguiram passar todo o sentimento que o autor quis passar no livro de forma brilhante! Todo o elenco foi escolhido muito bem, mas estes dois realmente merecem destaque.


Título Original: The Girl with the Dragon Tattoo
Gênero: Drama, Mistério, Suspense
Direção: David Fincher
Roteiro: Steven Zaillian, Stieg Larsson
Produtores: Berna Levin, Ceán Chaffin, Ole Søndberg, Scott Rudin, Søren Stærmose
Origem: Estados Unidos da América
Duração: 158 minutos
Ano: 2011

Esta versão americana da história de Stieg Larsson foi mais fiel ao livro do que a sueca, porém não a superou em nada. Ela manteve algumas coisas dispensáveis do livro, como um gato ruivo que busca abrigo na casa de Mikael, que o filme ainda o modifica para cinza. O caso que ocorre entre Mikael e Cecilia Vanger também é excluído nesta versão, com apenas algumas insinuações. Harriet também é loira, e não morena, nesta versão. Uma coisa que não entendi é porque o roteirista resolveu mudar o modo como Harriet é descoberta, porque ficou uma porcaria. Não posso contar para não estragar o final, mas o do livro é o melhor de todos, pois está relacionado à Anita Vanger, que é já falecida na versão sueca.

Não gostei das escolhas de parte do elenco, gostei do fato de terem escolhido atores suecos para interpretar alguns personagens do filme, deu mais veracidade. Daniel Craig não combina em nada com o Mikael Blomkvist, pois o personagem tem um lado doce, o que Craig não consegue interpretar, já que é extremamente bruto. Rooney Mara como Lisbeth Salander está algo forçado, não só pelo figurino como por sua interpretação. Dá para perceber que ela não está muito à vontade dando vida à Lisbeth. Já os atores que interpretam Martin Vanger e Nils Bjurman - Stellan Skarsgård e Yorick van Wageningen - foram bem escolhidos e interpretaram bem os papéis que lhe foram designados. O Christopher Plummer ficou bem no papel de Henrik Vanger, apesar de eu preferir o ator sueco Sven-Bertil Taube no mesmo. A atriz que interpreta Harriet Vanger jovem neste filme é infinitamente menos bonita que a do filme sueco, mas o contrário acontece com a atriz que interpreta Erika Berger.

Um ponto forte do filme que agradou muito a quem assistiu foi a entrada do filme, com vários efeitos computadorizados ótimos e uma boa música combinando. Porém, em minha opinião, embora sejam muito bonitos visualmente, os efeitos não têm nada a ver com o filme. Já esperava por algo assim, já que o filme é americano e americanos adoram colocar efeitos em seus filmes. O filme é bom, mas eu teria gostado mais se não tivesse visto a versão sueca, que é bem melhor em todos os sentidos.

terça-feira, 19 de junho de 2012

Movies You Must Watch #9

Oi, gente!

Finalmente estou quase livre da faculdade e de férias, com mais tempo para postar no blog e organizar muitas coisas!


O Movies You Must Watch de hoje tem como tema a vingança. Todos os filmes que mostrarei a seguir têm como protagonista uma personagem que busca vingança, cada uma com seu motivo. Se você tem estômago e/ou coração fraco, não indico estes filmes, porque todos eles são fortes e pesados.

·   Oldboy (Oldeuboi)
Direção: Chan-wook Park
Origem: Coreia do Sul
Ano: 2003


Sinopse: 1988. Oh Dae-su é um homem comum, bem casado e pai de uma garota de 3 anos, que é levado a uma delegacia por estar alcoolizado. Ao sair, ele liga para casa de uma cabine telefônica e logo em seguida desaparece, deixando como pista apenas o presente de aniversário que havia comprado para a filha - pequenas asas.

Pouco depois ele percebe estar em uma estranha prisão, que na verdade é um quarto de hotel onde há apenas uma TV ligada, no qual recebe pouca comida na porta e respira um gás que o faz dormir diariamente. Através do noticiário da TV, ele descobre que é o principal suspeito do assassinato brutal de sua esposa, o que faz com que tente o suicídio. Sem obter sucesso, ele passa a se adaptar à escuridão de seu quarto e a preparar seu corpo e sua mente para sobreviver à pena que está sendo obrigado a cumprir sem saber o porquê.

Este filme faz parte da famosa Trilogia da Vingança do diretor coreano Chan-wook Park:
1. Mr. Vingança
2. Oldboy
3. Lady Vingança

Apesar de ser uma trilogia, as histórias dos três filmes não têm ligação uma com a outra; a única coisa que têm em comum, além de alguns atores, é a temática – vingança.

Na minha opinião, é o melhor filme da trilogia. Foi o primeiro filme coreano, e da trilogia, que assisti; talvez por isso seja o meu favorito entre os três. A história dele é muito forte e o final é surpreendente. Todo o desenrolar prende a sua atenção e te faz querer muito saber que fim a história levará e qual a ligação entre os personagens e as situações mostradas.

Os filmes coreanos a que assisti até hoje são meio parados, mas possuem momentos de ação e até de susto, devido à gravidade das situações. Por isso, são pesados. Em Oldboy, é possível perceber a agonia, o descontentamento e desânimo com a vida sentidos por Oh Dae-su naquele quarto, durante 15 longos anos. Ele passa o dia dormindo, comendo comida chinesa, vendo TV e olhando para o teto e para as paredes, sem nada para fazer. O ator que o interpreta, Min-sik Choi, é ótimo, por isso foi escalado para fazer os três filmes da trilogia, interpretando personagens diferentes.

Esse filme é daqueles que você assiste e passa muitos dias pensando sobre ele. É um misto de drama com mistério e uma pitada de terror, além de sadismo do personagem que se vinga de Oh Dae-su. Se você tiver estômago e/ou coração fraco, vai ter pesadelos e, provavelmente, não conseguirá assistir até o final. Mas se você gosta de pensar profundamente e de fortes emoções, você vai adorar este filme.


·   Lady Vingaça (Chinjeolhan Geumjasshi)
Direção: Chan-wook Park
Origem: Coreia do Sul
Ano: 2005


Sinopse: Aos 19 anos, Lee Geum-Ja é condenada a 13 anos de prisão pelo sequestro e assassinato de um menino de 6 anos. Ela está acobertando o verdadeiro culpado, seu namorado e professor Sr. Baek. Quando descobre que está sendo traída, Geum-Ja passa todo o seu tempo na cadeia preparando uma vingança para o ex-amante. Treze anos depois, ela sai da cadeia e, com a ajuda de algumas ex-colegas de prisão, encontra Sr. Baek e põe em prática seu minucioso plano.

Outro filme fortíssimo da Trilogia da Vingança. Fico em dúvida se é este o mais forte ou Oldboy. O primeiro da trilogia, Mr. Vingança, achei fraco em relação aos outros dois - testosterona demais pro meu gosto, mas tem seu valor.

O que acho mais interessante neste filme é a mudança de Lee Geum-Já do início ao fim. Ela começa como uma menina ingênua, se transforma em uma mulher astuta e vingativa na prisão e percebe que ainda tem bons sentimentos ao conviver com a filha, que fora levada pelo Sr. Baek para coagi-la a ajudá-lo em seu plano de sequestro do menino de 6 anos. Como nos outros dois, neste filme as ligações entre as personagens e as verdades são reveladas ao longo da história, mostrando cenas antigas e flashes.

Um dos pontos fortes de Lady Vingança, comparando-se aos outros dois filmes, é a beleza: da protagonista, dos cenários e da fotografia. A sutileza deste filme também é especial; muitas entrelinhas pra ler e gestos extremamente sutis para perceber. Mistura drama e suspense, com uma pitada de terror e comédia (sim, comédia. Algumas situações que Lee Geum-Já apronta na prisão são engraçadas). A tão esperada vingança é (muito) brutal e o final é uma gracinha. Você vai passar dias pensando neste filme depois de assisti-lo.

·         V de Vingança (V for Vendetta)
Direção: James McTeigue
Origem: Estados Unidos da América
Ano: 2006


Sinopse: Em uma Inglaterra do futuro, onde está em vigor um regime totalitário, vive Evey Hammond. Ela é salva de uma situação de vida ou morte por um homem mascarado, conhecido apenas pelo codinome V, que é extremamente carismático e habilidoso na arte do combate e da destruição. Ao convocar seus compatriotas a se rebelar contra a tirania e a opressão do governo inglês, V provoca uma verdadeira revolução. Enquanto Evey tenta saber mais sobre o passado de V, ela termina por descobrir quem é e seu papel no plano de seu salvador para trazer liberdade e justiça ao país.

Acredito que todos já tenham visto este filme, apesar de saber que sempre tem alguém que ainda não viu. Neste caso, a vingaça é política, não somente pessoal, como nos filmes citados acima. V quer justiça e vai até as últimas consequências para tentar consegui-la. Seu sacrifício foi em vão, porque todos sabemos que jamais haverá justiça completa no mundo.

A relação que é desenvolvida entre V e Evey é muito interessante. Vai da desconfiança inicial ao amor, mesmo sem que nunca V tenha lhe mostrado o rosto. V sabe muito bem como envolver as pessoas em seus ideais, tanto que conseguiu envolver Evey de tão maneira que a fez deixar-se raspar a cabeça. Natalie Portman teve bastante destaque neste filme e mostrou todo o seu talento, indo da alegria ao desespero com perfeita interpretação. Uma boa dica para o feriado carioca do Rio+20 e para o final de semana, nos outros Estados.

E vocês, já viram esses filmes? O que acharam?

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Resultado da Promoção “Entre Livros e Mais Livros”

Oi, gente!

O resultado da Promoção “Entre Livros e Mais Livros” finalmente saiu! Foram três ganhadoras! Sim, mulheres de novo! Homens, participem mais dos sorteios e das promoções para marcar presença também!

E as felizes ganhadoras foram...


1º Lugar - Letícia Molon



2º Lugar - Amanda P. Gonçalves



3º Lugar - Ana Caroline Zucca



PARABÉNS à Letícia, Amanda e Ana Caroline!

- As três ganhadoras devem enviar seus dados para o e-mail: amanda_paiva@rocketmail.com.

- A primeira ganhadora já deve informar os 3 livros que deseja ganhar. Assim que ela responder, será informado à segunda ganhadora as opções que ela poderá escolher.

- O prazo de enviar o e-mail com os dados é de 72 horas, senão outro sorteio será realizado.

- O envio dos prêmios será feito em até 45 dias pelos blogs participantes.

Vale lembrar que:

Os prêmios são:

- 6 livros (O espião, Garota replay, Para sempre, O caminho para Esplendor, Outono de sonhos e, Devaneios literários)

- 3 e-books (Corações em fase terminal, Diários do Vampiro e, Jogos Vorazes)

- 110 marcadores e 4 livretos

Dispostos da seguinte forma:

1º lugar - 3 livros [à escolha do ganhador] + kit de 100 marcadores e 4 livretos

2º lugar - 2 livros [à escolha do ganhador] + 1 e-book [à escolha do ganhador] + kit de 10 marcadores nacionais [4 autografados]

3º lugar - 1 livro [restante] + 2 e-books [restantes]

Se você não ganhou dessa vez, não desista que vêm mais sorteios por aí!

Beijos a todos!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Resultado do Sorteio de Dia dos Namorados

Hi, people!

Dia de anúncio de resultado de sorteio! Para quem passou o Dia dos Namorados sozinha ontem, há uma chance de você ter ganhado um presente. Se você passou o dia de ontem acompanhada, pode ganhar mais 1 presente! Sim, foi uma mulher que ganhou de novo! haha

Desculpem o meu sumiço do blog, mas minha vida está uma loucura devido ao meu projeto final da faculdade que me suga por completo e finalmente foi entregue essa semana! Até sexta, ainda terei prova e trabalho para fazer e entregar, mas a partir da semana que vem estarei mais livre para postar aqui no blog!

E a vencedora foi...


PARABÉNS, Virginia!

Já te enviei um e-mail, que você terá até 72 horas para responder para garantir seus prêmios.

Beijos a todos!

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Resultado do Sorteio de 4 anos do Blog!


Oi, gente!

Vim anunciar o resultado do sorteio de aniversário do blog! Mais uma vez, foram duas mulheres que ganharam! Seguiram todas as regras, aproveitaram as chances extras e ganharam super prêmios!

Vamos saber quem foram as ganhadoras:


Parabéns à TriBooks L. e à Adriana! :D

Acabei de enviar um e-mail a cada uma das duas, que terá até 72 horas para respondê-lo. Caso contrário, vou refazer o sorteio.

Se não foi dessa vez que você ganhou, aproveite para participar do sorteio de Dia dos Namorados que está rolando aqui no blog!

Beijos a todos!

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Sorteio de Dia dos Namorados

Oi, gente!
Sim, mais um sorteio para vocês! Não é o máximo? Este sorteio será em parceria com o blog Tudo o que eu queria te dizer, da minha amiga Natalia, e em comemoração ao Dia dos Namorados!

Os prêmios são o livro Água Para Elefantes + 70 marcadores. Legal né?

Para concorrer, é só seguir as regras a seguir:

- Ser seguidor público dos 2 blogs pelo Google Friend Connect:
Pensamentos Ao Vento (este blog)

- Morar no Brasil ou ter endereço de entrega em território nacional;

- Preencher o formulário Rafflecopter abaixo:



CHANCES EXTRAS

- Seguir o meu Twitter;


- Seguir o Twitter da Natalia;

- Dar RT no Twitter da frase abaixo - 1 vez por dia:

Nesse Dia dos Namorados, vou ganhar o #sorteio que a @raissa_rossi e a @nmylonas estão fazendo! http://bit.ly/KPzMKK

- Curtir a página do Facebook do blog Pensamentos Ao Vento;

- Curtir a página do Facebook do blog Tudo o que eu queria te dizer;

- Divulgar publicamente o sorteio no Facebook, com o link direto do sorteio - 1 vez por dia;

- Divulgar no seu blog/site/Tumblr, utilizando o banner do sorteio abaixo:




- Comentar nas postagens do blog que não sejam de sorteio – atenção: comentários de verdade! Leiam os posts antes de comentar, por favor. Comentários como “oi, adorei seu blog, segue o meu” e “oi, participa do sorteio do meu blog” não serão considerados como inscrições extras!

Quem não seguir as regras será desclassificado! Aproveitem as chances extras e divulguem bastante!

O sorteio vai até o dia 12 de junho, Dia dos Namorados, e o resultado sairá até 3 dias depois, nos dois blogs. Será enviado um e-mail ao ganhador, que terá 72 horas para respondê-lo, senão o sorteio será refeito.

Beijos e boa sorte a todos!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...