domingo, 30 de outubro de 2011

Promoção 'No Clima da Bienal' em parceria com o blog True-Insights


Oi, gente!


Estou em falta com vocês, porque não posto há um tempo aqui no blog e já era para ter postado dois sorteios. Comecei a estagiar há 1 mês e fiquei sem tempo para nada, porque a faculdade já consome grande parte do meu tempo. Porém, hoje vou me redimir!


Começa hoje uma promoção maravilhosa em parceria com o blog True-Insights, da minha querida amiga Aninha! Nós compramos os livros na Bienal especialmente para vocês! Viemos 'No Clima da Bienal' com 3 livros e muitos marcadores!




Prêmios:


1º lugar:
1 Karma Club autografado pela Jéssica Brody + 1 esmalte Risqué + 1 kit com 50 marcadores

2º lugar: Livro Angelologia + 1 kit com 40 marcadores

3º lugar: Livro Coração Ferido + 1 kit com 30 marcadores


Como participar:
  1. Seguir o meu blog e o blog True-Insights pelo Google Friend Connect (é preciso seguir os dois blogs!)
  2. Deixar um comentário neste post dizendo que quer participar.
  3. Preencher este formulário.
Chances Extras:
  1. Seguir o twitter dos blogs: @trueinsightsnet e @raissa_rossi (Preencher mais 1 vez por cada Twitter seguido)
  2. Comentar nas postagens dos blogs após o começo da promoção. (Preencha mais 2 vezes por cada comentário.)
  3. Divulgar a seguinte frase nas redes sociais (Twitter, Facebook, Skoob, etc.):
"O blog @trueinsightsnet e a @raissa_rossi ainda estão No Clima da Bienal e vão me presentear com livros e marcadores! http://vai.la/2sIL"


ATENÇÃO: só serão aceitos perfis que possuam seguidores e/ou amigos e não sejam fakes!



Observações:
  • O sorteio vai até o dia 30 de novembro e o resultado será divulgado aqui no blog True-Insights.
  • Enviaremos um e-mail para cada um dos ganhadores, que terão até 3 dias para respondê-lo.
  • Pode divulgar à vontade, mas cuidado com o spam, OK?
  • Conferiremos se os ganhadores seguem todas as regras. Desclassificar não é nada legal, então é só cumprir as regras direitinho.
Boa Sorte a todos os participantes!

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Os Erros de Marketing no Rock in Rio 2011

É como dizem por aí: a gente sai da faculdade, mas ela não sai da gente. Estive no Rock in Rio em 3 dias (23, 39 e 30) me divertindo, sofrendo, vendo os shows e mesmo assim não deixei de pensar em Marketing. O evento cometeu alguns erros de Marketing e não pude deixar de notá-los. Por isso, resolvi fazer um post dedicado a eles.

 - O primeiro erro foi a escolha dos artistas para os dias. Para começar, colocar a Cláudia Leitte no Rock in Rio é estar de sacanagem com a nossa cara. Ela não tem cacife pra fazer um show tão grande, tanto que foi vaiada. A Ke$ha deveria ter cantado no lugar dela dia 23, assim como o Lenny Kravitz deveria ter cantado no lugar da Ke$ha dia 29. Enfiar uma artista Pop tosca no meio do dia de Black Music foi uma péssima ideia, assim como colocar o Lenny Kravitz no dia de Pop – a maioria das pessoas só conhecia uma ou duas músicas dele e estava de saco cheio só esperando a – DIVA! – Shakira entrar no palco e começar o show. O Jay-Z ter desistido de vir para o evento foi a melhor coisa que aconteceu para os shows do dia 1º de outubro, porque todos os artistas foram de Pop Rock e enfiar um artista Rap no meio não tinha nada a ver; ia acontecer a mesma coisa que aconteceu com o Lenny Kravitz. O Maroon 5 ter cantado no lugar dele foi ótimo! Sugestão para o Roberto Medina: me contrate na área de Marketing para organizar a estrutura e o line-up do próximo Rock in Rio que eu garanto que será bem melhor e mais organizado.

- O estande com teste rápido para AIDS. Pra mim, foi o pior de todos os erros de Marketing. Qual a finalidade de alguém fazer teste pra AIDS em pleno Rock in Rio? Se der positivo, uma pessoa pode ter várias reações, mas a pior delas é dar um passeio na roda gigante e pular lá de cima quando estiver no alto. Dessa forma, o Rock in Rio dá o motivo e o meio para que a pessoa queira se matar. Péssimo né?

- Ke$ha bebendo Skol Beats em pleno show num evento claramente patrocinado pela Heineiken. Oi?

- A ação do GigaRiso da Trident. A ideia foi boa, mas foi mal executada. Um monte de gente queria participar para ganhar a capa de chuva e o vale-compras de R$30,00 do Bob’s. O que era para ter sido uma coisa rápida e legal durou 1 hora e meia. Eu participei e não estava mais aguentando ficar com aquela capa de chuva quente embaixo do sol forte; eu e todo mundo que também estava participando. O fotógrafo tirou umas 100 fotos, mas nunca ficava satisfeito! A foto que foi colocada no site e escolhida como a melhor, uma mulher colocou o gorro bem na minha cara, que mal apareceu. Obrigada, fotógrafo. Pedir um sorrisão quando as pessoas já estão cansadas e com raiva de estar ali foi um puta erro. Tudo isso poderia ter sido evitado por um simples planejamento.


- O Rock in Rio colocar a propaganda da campanha Eu Vou Sem Drogas nos telões do Palco Mundo um pouco antes do show do Marcelo D2, que, logo que entrou no palco, já fez uma grande apologia à maconha e a sua legalização.

Foram esses os erros que eu identifiquei. Se alguém encontrou outros, é só comentar!

Encontrei esse link outro dia por aí, com fatos curiosos que ocorreram nos 3 primeiros dias do Rock in Rio - Rock in Rio Facts. Alguns são interessantes, vale a pena dar uma olhada.

Até o próximo post! o/

domingo, 9 de outubro de 2011

Rock in Rio – Dia 30/9

Finalmente, consegui vir aqui postar sobre o melhor dia do Rock in Rio – o dia 30 de setembro!

Esse dia se resumiu a uma única pessoa: Shakira. Fui a esse dia única, exclusiva e especialmente para ver a Shakira. Não consegui chegar cedo como desejava à Cidade do Rock porque passei mal de manhã por não ter dormido praticamente nada, em torno de 2 horas, mas consegui ficar lá na frente perto do palco. Fui até lá sozinha e fui lá pra frente sozinha, porque nenhuma das minhas amigas fazia questão de ver o show de perto para que foram, não sei, mas enfim. Pensei em desistir algumas vezes de ficar ali, porque já estava me sentindo mal com aquele calor e sol na cabeça, praticamente sem água e dores acumuladas do dia anterior piorando e novas surgindo, mas fiz um amigo que passou o tempo todo e os shows comigo e consegui aguentar firme até a acabar o show da Shakira, que era o último.

O primeiro show foi daquela banda que venceu o Olha Minha Banda Rock in Rio do Caldeirão. Os meninos tocam bem e tem dois bonitos na banda. Depois veio o Marcelo D2, fazendo aquela apologia de sempre à sua erva favorita. Não gosto dele nem da música dele, mas o show dele em si é bom, ele anima bem as pessoas e o Fernandinho Beat Box, que faz shows com ele, é muito bom no que faz.

Pouco tempo depois, entra o maldito Jota Quest no palco, para a minha infelicidade. Ô banda ruim! O Rogério Flausino é mais feio e esquisito pessoalmente e a voz dele é mais chata. Aquelas letras fracas e sem conteúdo nenhum começam a irritar na segunda música. Pelo menos eles não cantaram Fácil, extremamente fácil (repete 50 vezes)... Seria o fim dos meus ouvidos! De todos os shows que vi, o do Jota Quest foi o que eu mais rezei pra acabar logo, não aguentava mais! Medina, não coloque nunca mais essa banda péssima no Rock in Rio se você tem amor ao seu festival!

Ivete Sangalo entrou depois do Jota Quest e arrasou! Não gosto da música dela, mas gosto dela. O show dela anima qualquer um, do micareteiro ao metaleiro! Ela, sim, sabe fazer show! É simpática, carismática, tem uma voz linda e presença de palco. Já a Claudia Leitte... Só a voz ela tem e, mesmo assim, a da Ivete é melhor. Ela pegou um violão e cantou uma música que estava fora do script. Como estava rolando pela internet depois do show da Ivete: Claudia, senta lá e aprende!

Todo mundo já morto de cansaço e de ansiedade, ainda teve que assistir ao show do Lenny Kravitz. Ele só cantou umas duas músicas conhecidas e estava no dia errado, ou seja, foi um fracasso o show dele. Uma hora ele falou “put your hand in the air!” e nenhuma viva alma levantou a mão. No final do show, ele ficou tão P* da vida que saiu do palco e foi pra galera, sabendo que brasileiro adora isso, pra ver se o povo cantada pelo menos um “ooooohhh”, porque quase ninguém cantou nada. Foi triste. Além disso, o Lenny Kravitz é um nojo, muito cheio de si e se acha o garanhão gatão pegador. Menos, meu bem, muito menos...

Chegou a hora da única atração realmente boa da noite: a SHAKIRA! Todos quase morrendo de tanta ansiedade para ela entrar no palco. A arrumação do palco durou em torno de meia hora e ficamos esperando, super ansiosos. Ela entrou no palco maravilhosa, como sempre, e cantando Estoy Aquí! Demorou a cair a minha ficha de que era ela mesmo ali cantando e dançando naquele palco! Finalmente meu sonho de ver a Shakira de perto estava se realizando! Só não se realizou por completo porque não fiquei na grade e não subi no palco para dançar com a Shakira, mas podem escrever: eu ainda subo naquele palco pra dançar com a minha diva maior!

Ela cantou Te Dejo Madrid logo depois, eu não aguentei e caí no choro de felicidade e emoção por estar ali. E não, não foi um choro de desespero igual ao das fãs do Justin Bieber, foram puras lágrimas de alegria. Chorei mais duas vezes durante o show, quando caiu a ficha de que ela estava mesmo ali. Eu já previa que ia chorar no show. Sou fã da Shakira desde os 7 anos de idade, quando ela lançou seu primeiro álbum, Pies Descalzos. Desde então, ela é minha cantora favorita e comecei a amar a língua espanhola por causa dela.

Não existe cantora nem mulher mais linda, fofa, simpática, gostosa, maravilhosa, incrível, perfeita e com uma voz tão linda e marcante no mundo! E nem adianta discutir comigo, porque não mudo de opinião nem com uma arma na cabeça. Arrisco a dizer que sou a maior da Shakira. Ser fã não é ter vários posters espalhados pelo quarto, fazer parte do fã-clube, saber todas as letras das músicas e ir com uma faixa e uma camiseta da Shakira no show. Ser fã é amar o ídolo incondicionalmente; e isso eu faço. Não sei explicar a ligação que tenho com ela. Esse show foi o melhor de toda a minha vida e só vai ser superado se eu for em outro show melhor da Shakira e quando eu finalmente subir no palco para dançar com ela *-* 

Foi de uma fofura sem fim a Shakira ter cantado País Tropical com a Ivete Sangalo! Agora eu adoro essa música! Tirei em torno de 250 fotos só do show dela e peguei alguns dos papeizinhos que foram jogados no final para guardar de recordação. Sim, sou uma colecionadora!

Só posso dizer mais uma coisa: o show da Shakira foi mágico! Valeu muito a pena ter passado por todo o sol, todo o calor, todo o empurra-empurra, todo o esmagamento, todas as dores em todos os locais do corpo, todas as mais de 12 horas sem ir ao banheiro e sem praticamente beber água e comer! Faria tudo de novo para ver a Shakira de perto!

Algumas fotos desse dia:

Minha musa entrou no palco! *-*
LINDA DEMAIS!
*-*
Shakira cantando País Tropical com Ivete Sangalo!
Show do D2
Show do Jota Quest. Haja paciência...
Show da Ivete Sangalo!
Ivete arrasa, gente!
O show fracassado do Lenny Kravitz.

domingo, 2 de outubro de 2011

Rock in Rio – Dia 29/9

Mais uma vez estou aqui para contar como foi o Rock in Rio, dessa vez no dia 29, que foi o dia de Black Music.

Dessa vez, assisti a um show no Palco Sunset, o da Joss Stone. Nunca tinha visto um show dela, mas sempre quis. Foi muito calminho, mas foi legal. Ela cantou muitas músicas pouco conhecidas e eu não sabia cantar a maioria, porque faz muito tempo que não ouço músicas dela, mas ela é uma fofa!

Quando acabou o show da Joss, começou a Orquestra Sinfônica Brasileira + Legião Urbana. Aproveitei pra comer e ir ao banheiro mais uma vez. Logo depois, fui para o Palco Mundo para assistir aos shows principais. O primeiro foi o da Janelle Monaé, que eu não conhecia. Ouvi duas músicas dela no Youtube no dia anterior só pra saber quem é e não gostei, mas o show foi outra coisa. O show dela é muito bom! Ela tem voz, ousadia, carisma, presença de palco e sabe cativar o público! Ela estava perdida há muito tempo por aí e só agora foi descoberta, um desperdício! Não sabia cantar nenhuma música, mas o show foi maravilhoso! Ela também é uma fofa! Ainda andou de tirolesa depois!

O próximo show foi o da Ke$ha. Nunca gostei muito das músicas dela e dela, menos ainda. Ela tem a aparência suja, parece que fica 1 mês sem tomar banho, é nojento. Fora que ela é feia e cafona. Ela parecia um exú pegando santo durante o show e o microfone dela parecia um despacho, uma coisa horrorosa! Os dançarinos e backing vocals dela estavam tão sujos quanto ela, um horror. A parte mais ridícula do show foi quando ela cantou Cannibal e pegou uma réplica de coração com tinta vermelha dentro e colocou na boca, fingindo que era sangue. Quem não tem muito talento, apela pra essas coisas né.

Pontualmente, entrou o Jamiroquai no palco e Jay Kay e banda deram aquele show mais uma vez! O único problema do show foi ele ter sido curto demais – 1 hora e pouquinho não é o bastante para o Jamiroquai! Tantas e tantas músicas ótimas para cantar e tão pouco tempo para cantá-las, muito triste. Enquanto isso, o Stevie Wonder ganhou mais 1 hora, ficando com 2 horas e meia de show. Podiam ter dado pelo menos mais meia hora pro Jamiroquai em vez de 1 hora a mais para o Stevie Wonder. Não me importei muito com o show dele, porque já estava cansada e preocupada com minhas horas de sono para estar lá de novo cedo no dia seguinte.

Dia 29 foi um dia de ótimos shows! Se não fosse o estresse da minha amiga sumindo o tempo inteiro, teria curtido mais esse dia. Acho que foi o dia mais vazio do Rock in Rio, então consegui ficar um pouco mais lá pra frente para assistir aos shows. Nesse dia, percebi que a Cidade do Rock tem capacidade para 100 mil pessoas, mas não possui estrutura suficiente para tantas pessoas. Eu vi gente vendo o show do Stevie Wonder da entrada do evento, que é longe do palco. Pra ver da entrada, eu vejo em casa. A maioria das pessoas não consegue ver os shows direito, só ouvir as músicas. O melhor seria vender só metade dos ingressos. Assim, a estrutura dos shows, estandes e brinquedos daria mais conta da quantidade de pessoas. Mesmo assim, não dá pra aproveitar tudo que o evento oferece em apenas um dia, a não ser que você não veja os shows. Mas quem vai ao Rock in Rio e não vai ver os shows, não é mesmo?

Tenda Eletrônica
Show da Joss Stone
Show da Janelle Monaé
Show da Ke$ha
Arrasa, Jay Kay!
Show do Jamiroquai
Estande da Taco - peças de roupa formando paisagens, como nos comerciais

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...